A despedida do Olímpico

A despedida do Olímpico

A história vitoriosa do estádio Olímpico chegou ao fim neste domingo, 2 de dezembro. O local, que foi palco das grandes glórias do clube nos últimos 50 anos, deixará de ser a casa do Grêmio no dia 8 de dezembro. O Gre-Nal 394 foi o jogo de número 1.766 da história do estádio. Confira o retrospecto do Grêmio no estádio Olímpico Monumental.

 

RETROSPECTO NÚMEROS
JOGOS 1766
VITÓRIAS 1158
EMPATES 381
DERROTAS 227
GOLS PRÓ 3476
GOLS CONTRA 1298

 

O programa JOGO ABERTO RS preparou uma matéria especial, com a repórter Camila Balotin, que acompanhou durante o clássico Gre-Nal deste domingo, 2 de dezembro, a verdadeira peregrinação do torcedor do Grêmio ao estádio Olímpico. As câmeras da BAND captaram a emoção da torcida e de ex-jogadores, que se emocionaram com a despedida ao palco que foi o local dos grandes títulos da história do clube.

 

 

 

Outra matéria que também emocionou o torcedor gremista foi elaborada pelo repórter Chico Garcia, que retratou um pouco da história gloriosa do Olímpico. O personagem escolhido foi o ex-jogador Milton Kuelle. Milton foi jogador, técnico e dirigente do Grêmio. Atuou na antiga Baixada; fez sua história no clube dentro do estádio Olímpico e deverár dar o "pontapé inicial" na Arena Tricolor.