São Paulo Indy 300 tem dono: Will Power !

São Paulo Indy 300 tem dono: Will Power !

Não tem para ninguém. Will Power deixou novamente os adversários comendo poeira e conquistou pela terceira vez seguida a São Paulo Indy 300, neste domingo, no Anhembi. O australiano da Penske liderou, praticamente, de ponta a ponta e agora abriu ainda mais vantagem na ponta do campeonato. Os brasileiros fizeram uma excelente corrida. Durante a prova, o grid chegou a ficar com Castroneves em 4º, Barrichello em 5º e Kanaan em 6º. Bia Figueiredo também fez bonito. Levantou o público com duas belas ultrapassagens e chegou a estar na 5ª colocando em determinado momento da corrida. No entanto, novamente, a sorte não foi para o quarteto verde-amarelo. No fim da prova, Bia e Kanaan se envolveram em uma batida com oito pilotos no S do Samba e terminaram, respectivamente, em 13º e 20º. Castroneves, que largou em 18º, foi o melhor brasileiro no grid com a 4ª colocação. Barrichello ficou em 10º. A surpresa ficou por conta de Takuma Sato, que largou em 25º e terminou em 3º. Ryan Hunter-Reay foi o 2º colocado.

 

A CORRIDA

Após o warm up debaixo de chuva, a largada para a etapa paulista começou com pista seca. Com isso, as primeiras colocações foram mantidas nas primeiras voltas. Os brasileiros mais bem colocados no grid, Tony Kanaan e Rubens Barrichello optaram por começar com os pneus mais macios, mas não conseguiram subir no grid. As primeiras alterações aconteceram na volta 19, quando começaram a cair as primeiras gotas de chuva do céu. Na sequência, Katherine Legge bateu no muro, mas conseguiu chegar nos boxes. A primeira batida e bandeira amarela, de fato, aconteceu na 22ª volta, quando o piloto Ryan Briscoe bateu no muro. Will Power seguiu na liderança na relargada. Enquanto isso, os brasileiros começavam a reagir. Castroneves, que optou por parar nos boxes antes dos demais, já era o quarto colocado. Barrichello era o quinto; Kanaan o 6º e Bia Figueiredo a 19ª. Dario Franchitti, que vinha em terceiro, foi tocado no S do Samba e voltou em nono lugar. Nova bandeira amarela. Na volta, Kanaan saltou para a quarta colocação, ultrapassando os dois brasileiros. Bia também se recuperou e subiu para a sétima colocação. Simona de Silvestro e Joseph Newgarden bateram na sequência e houve nova parada. Helinho aproveitou para ir aos boxes e retornou na décima colocação. Power seguiu na liderança, com Hunter-Reay em segundo lugar e Scott Dixon em terceiro. Kanaan e Barrichello seguiram em quarto e quinto lugares. Os carros começaram a ir para os boxes e Helio Castroneves assumiu a liderança, seguido por Hinchcliffe e Marco Andretti. Mas durou duas voltas. O brasileiro foi a pit lane pela terceira vez trocar pneu e retornou na sexta colocação, logo à frente de Barrichello. Power retomou a liderança, com Hunter-Reay em segundo e o supreendente Takuma Sato em terceiro. A 13 voltas do fim, Newgarden e Carpenter rodaram e a prova teve nova bandeira amarela. Barrichello e Bia aproveitaram para ir aos boxes fazer a última troca. Logo após a bandeira verde, oito carros bateram no S do Samba, entre eles os brasileiros Tony Kanaan, que vinha em 16º, e Bia Figueiredo, em 17º. Nova parada. Na relargada, Will Power segurou Hunter-Reay e garantiu o tri em São Paulo.
 

RESULTADO FINAL

1º - Will Power (AUS) Penske - 75 voltas
2º - Ryan-Hunter Reay (EUA) Andretti - a 0s9045
3º - Takuma Sato (JAP) Rahal Letterman Lanigan - a 2s3905
4º - Helio Castroneves (BRA) Penske - a a 4s5489
5º - Dario Franchitti (GBR) Ganassi - a 5s1722
6º - James Hinchcliffe (CAN) Andretti - a 6s3615
7º - JR Hildebrand (EUA) Panther - a 8s3764
8º - Charlie Kimball (EUA) Ganassi - a 8s5905
9º - EJ Viso (VEN) KV - a 10s3449
10º - Rubens Barrichello (BRA) KV - a 10s8477
11º - Oriol Servia (ESP) Dragon - a 24s4771
12º - Simon Pagenaud (FRA) Schmidt Hamilton - a uma volta
13º - Tony Kanaan (BRA) KV - a uma volta
14º - Marco Andretti (EUA) Andretti - a uma volta
15º - James Jakes (GBR) Dale Coyne - a uma volta
16º - Graham Rahal (EUA) Ganassi - a uma volta
17º - Scott Dixon (NZL) Ganassi - a uma volta
18º - Sebastien Bourdais (FRA) Dragon - a uma volta
19º - Mike Conway (GBR) Foyt - a duas voltas
20º - Bia Figueiredo (BRA) Andretti - a duas voltas
21º - Ed Carpenter (EUA) Ed Carpenter - a três voltas
22º - Justin Wilson (GBR) Dale Coyne - a nove voltas/acidente
23º - Josef Newgarden (EUA) Sarah Fisher - a 14 voltas/acidente
24º - Simona de Silvestro (SUI) HVM - a 47 voltas/acidente
25º - Ryan Briscoe (AUS) Penske - a 54 voltas/acidente
26º - Katherine Legge (GBR) Dragon - a 55 voltas/acidente

 

CLASSIFICAÇÃO

 

  PILOTO PAÍS EQUIPE POLES VITÓRIAS PONTOS
01º Will Power Austrália Penske 02 03 180
02º Hélio Castroneves Brasil Penske 01 01 135
03º James Hinchcliffe Canadá Andretti 00 00 123
04º Simon Pagenaud França Sam Schmidt 00 00 118
05º Scott DIxon Nova Zelândia Chip Ganassi 00 00 109
06º Ryan Hunter-Reay Estados Unidos Andretti 00 00 121
07º Ryan Briscoe Austrália Penske 00 00 82
08º Dario Franchitti Escócia Chip Ganassi 01 00 83
09º JR Hildebrand Estados Unidos Panther 00 00 83
10º Rubens Barrichello Brasil KV Racing 00 00 79
11º Graham Rahal Estados Unidos Chip Ganassi 00 00 76
  EJ Viso Venezuela KV Racing 00 00 76
13º Tony Kanaan Brasil KV Racing 00 00 71
14º Justin Wilson Inglaterra Dale Coyne 00 00 63
15º Mike Conway Inglaterra AJ Foyt 00 00 61